Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

PPGECO
por Brenda
Publicado: 21/05/2018 - 16:01
Última modificação: 10/03/2020 - 15:34

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais foi criado em 1999, com o Mestrado, e em 2004 iniciou o curso de Doutorado. A criação do PPGECRN foi motivada pela necessidade de formar recursos humanos qualificados para lidar com as questões ambientais regionais e nacionais e gerar conhecimentos sobre os processos biológicos dos ecossistemas, buscando auxiliar a resolução de problemas ambientais. As linhas de pesquisa hoje desenvolvidas são: Ecologia humana e educação ambiental, Ecologia de comunidades e ecossistemas, Ecologia vegetal, Agroecologia, Ecologia animal e Ecologia comportamental e de interações. No decorrer do curso, o discente participa de disciplinas visando o desenvolvimento do seu projeto e sempre com o direcionamento do seu orientador.

Com o objetivo de intensificar as relações interinstitucionais, o Programa tem atuado em diversas frentes, como visitas técnico-científicas, estabelecimento de convênios internacionais, intercâmbios de bolsistas, entre outros. As ações mais relevantes são apresentadas, a seguir:

  • O Programa está associado ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Hymenopteros Parasitoides da Região Sudeste Brasileira (INCT/Hympar Sudeste), com sede em São Carlos (SP). O Hympar Sudeste é um centro de investigação e gestão da biodiversidade da Região Sudeste brasileira, idealizado para apoiar os esforços para o conhecimento da diversidade biológica brasileira e promover a sua sustentabilidade. Através do HYMPAR mantemos convênio com várias instituições, como a Embrapa Pecuária Sudeste, Embrapa Milho e Sorgo, Museu de Zoologia da USP (MZUSP), Apta Ribeirão Preto, INCAPER, UEMG, UFMG, UFRJ, UNICAMP, Unesp Jaboticabal, Instituto Biológico, UFES, entre outras do Brasil e exterior. Quatro docentes vinculados ao PPGECRN-UFU fazem parte da equipe do INCT, sendo que um deles integra seu comitê gestor. A proposta do instituto envolve 32 subprojetos integrados, com 70 pesquisadores de instituições nacionais e a participação de pesquisadores de diversas instituições estrangeiras (veja Intercâmbios internacionais).
  • Continua participando ativamente de Congressos Científicos Nacionais e Internacionais. Os alunos apresentaram trabalhos em uma grande gama de Congressos, incluindo o Congresso Nacional de Limnologia, o Congresso Latino-Americano de Ecologia, o Congresso de Ornitologia Neotropical e o Encontro Anual da Ecological Society of America, além do ATBC, congresso internacional de Botânica e congresso Internacional de Entomologia.
  • O núcleo de Ecologia de Pequenos Mamíferos mantém colaboração com os Profs. Dr. Paulo Sérgio D'Andrea e Dr. Arnado Maldonado Jr, ambos membros do Instituto Oswaldo Cruz/FIOCRUZ-RJ e coordenadores do Laboratório de Biologia e Parasitologia de Mamíferos silvestres reservatórios. Os dois colaboram com o projeto financiado pela FAPEMIG (CRA-APQ-04023-10) e coordenado pela Profa. Dra. Natália O. Leiner, na identificação de amostras e orientação de alunos. Recentemente está sendo estabelecida uma nova parceria, com o Dr. Claudio Alvarenga de Oliveira, fundador e coordenador do Laboratório de dosagens hormonais da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual de São Paulo, para o desenvolvimento de projetos, análise de dados e redação de artigos. Por sua Vez, a Dra. Natália Mundim Torres está vinculada ao INCT Ecologia, Evolução & Conservação da Biodiversidade, liderado pela Universidade Federal de Goiás, além das pesquisas em parceria com o Instituto Onça-Pintada, que tem mantido há mais tempo.
video institucional
Histórico: 

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais da Universidade Federal de Uberlândia foi criado em 1999 (Resolução 05/98 de 26/06/1998 do CONSUN). O curso de mestrado foi recomendado pelo Grupo Técnico Consultivo da CAPES em 09/04/1999 e reconhecido pelo MEC através da Portaria nº. 1734 de 07 de dezembro de 1999. A recomendação do curso de doutorado foi oficializada pelo Ofício nº. 377/2004/CTC/CAPES em 14 de outubro de 2004. A criação do PPGECRNUFU foi motivada pela necessidade de formar recursos humanos qualificados para lidar com as questões ambientais regionais e nacionais e gerar conhecimentos sobre os processos biológicos dos ecossistemas, buscando auxiliar a resolução de problemas ambientais. Com o tempo várias linhas de pesquisa foram adicionadas e aquelas implementadas desde o seu início foram significativamente desenvolvidas. O repasse de informações para a sociedade também sempre foi uma preocupação constante, procurando-se desenvolver conceitos e valores sobre a importância da conservação da natureza e divulgar a teoria ecológica de forma a tornar a ciência interessante e atrativa ao público leigo. A infraestrutura do programa tem sido continuamente melhorada e atualmente é plenamente adequada ao desenvolvimento das linhas de pesquisa de nossos docentes. Os alunos contam com boa estrutura de informática, laboratórios equipados com equipamentos modernos e uma biblioteca adequada e em franca expansão. O Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais oferece um currículo de conteúdo formativo com caráter interdisciplinar e tem preparado profissionais de alto nível. Muitos de nossos egressos hoje trabalham em instituições de ensino superior públicas e particulares não só da região, mas de todo o Brasil. Além disso, vários estão empregados em outros órgãos públicos e empresas particulares. Mantemos convênio com várias instituições no Brasil e exterior e temos colaborações que tem rendido o desenvolvimento de pesquisas de excelente qualidade e grandes oportunidades para a formação de nossos alunos. Mais de 15% de nossos doutorandos realizaram doutorado sanduíche no exterior nesta última década e mesmo os alunos de mestrado têm tido oportunidade de estágio ou contato com grupos de pesquisa no Brasil e no exterior. O programa está sediado no Instituto de Biologia da Universidade Federal de Uberlândia e atualmente é recomendado pela CAPES, com conceito 5 (cinco) na área de Biodiversidade.

Objetivo: 

   O programa de pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais da UFU tem dois objetivos gerais:

  • I - Desenvolver pesquisas na área de Ecologia e Conservação dos Recursos Naturais com o intuito de promover inovações teóricas e práticas nestas áreas do conhecimento e, assim, o aprimoramento científico, tecnológico e a melhoria do ensino
  • II - Proporcionar a formação de profissionais capazes de pesquisar, diagnosticar e solucionar problemas ecológico-ambientais de interesse regional e nacional.

No sentido de cumprir esses objetivos temos trabalhado com afinco e conquistado espaços importantes em termos nacionais e internacionais.Em 2013, tivemos uma proposta aprovada no âmbito do Programa de Apoio aos Cursos Cinco, Seis e Sete (PACCSS - Cooperação FAPEMIG/CAPES). Com a aprovação da proposta e a quase concomitante promoção ao conceito 6 pela avaliação da CAPES, obtivemos recursos.adicionais que foram utilizados principalmente para intensificação dos trabalhos ligados aos convênios internacionais, aumento de atividades integrando graduação e pós-graduação e aquisição de equipamentos essenciais ao desenvolvimento de novas linhas de pesquisa e consolidação de linhas recém implementadas. Esperávamos, com isso, um significativo incremento na quantidade e qualidade de nossas pesquisas e, consequentemente, das publicações resultantes. Mas mudanças na estrutura da Universidade, no nosso corpo docente e a própria crise geral em que o pais se viu envolvido, desorganizaram nossas ações e frustraram as expectativas de desenvolvimento. A avaliação negativa em 2017 foi um pouco resultado destas dores de crescimento que esperamos reverter neste próximo ciclo de avaliação. O programa deve completar 20 anos de existência em 2019 e estamos trabalhando para nos consolidarmos como um dos melhores programas de Ecologia do país. Nossa perspectiva é a de nos reestabelecermos como um centro de excelência num futuro muito próximo.

Infraestrutura: 

O Programa de Pósgraduação utiliza infra-estrutura de laboratórios do Instituto de Biologia e de outras unidades da UFU para suas atividades. São listados abaixo os principais laboratórios e instalações.

  • Laboratórios de Ensino, de Pesquisa e Experimental em Zoologia.
  • Laboratórios de Ensino e Pesquisa em Botânica
  • Laboratório de Morfologia Vegetal Microscopia e Imagem (LAMOVI)
  • Laboratório de Aracnologia (LARA)
  • Laboratório de Fisiologia Vegetal (LAFIVE)
  • Laboratório de Paleontologia (LAPALEO)
  • Laboratório de Ecossistemas Aquáticos (LAQUA)
  • Laboratório de Ecologia e Comportamento de Abelhas (LECA)
  • Laboratório de Ecologia Comportamental e Interações (LECI)
  • Laboratório de Ecologia de Insetos Sociais (LEIS)
  • Laboratório de Ecologia de Mamíferos (LEMA)
  • Laboratório de Ornitologia e Bioacústica (LORB)
  • Laboratório de Anatomia e Desenvolvimento Vegetal (LADEV)
  • Laboratório de Ecologia Evolutiva de Insetos

Além disso, os alunos têm um espaço exclusivo do Programa com computadores, impressoras e softwares de análises para uso durante e após o curso. Este espaço é extremamente importante para as atividades de escrita de dissertações e teses dos alunos. Além deste espaço, a Universidade conta com três amplas salas de informática no Campus Umuarama com 30 computadores cada, que podem ser utilizadas pelos alunos durante o dia e parte da noite.

Utilizando recursos PROEX-CAPES foi adquirido em 2017 um equipamento de vídeo conferência que foi instalado na sala de aula do Programa (2D-14) e permite conferências de áudio e vídeo multiusuário com outras salas de videoconferência em todo o mundo.

Horário de atendimento: 
Segunda a sexta-feira - 10h às 12h e das 13h30 às 18h30
+55 34 3225-8641
Avenida Pará, 1720
Uberlândia, Minas Gerais, Brasil
38405-320
Campus Umuarama - Bloco 2D - Sala 26
Tópicos: