processo de seleção

Indefinido
Serviço

Processo Seletivo - Comissão de Heteroidentificação

por Juliana Pinheiro
Publicado: 12/07/2022 - 09:01
Última modificação: 12/07/2022 - 09:01
Público-alvo: 
Estudante / Comunidade externa
Assunto: 
Processos seletivos / Serviços
Definições: 

Com o objetivo de uniformizar dentro da Universidade a sistemática de heteroidentificação para participação em edital de seleção de pós-graduação, a Diretoria de Estudos e Pesquisas Afrorraciais - DIEPAFRO e o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros - NEAB em parceria com a Diretoria de Pós-graduação - DIRPG torna público o documento contendo as Diretrizes Operacionais para procedimento de Heteroidentificação de candidatos às vagas PPI (Pretos, pardos e indígenas) nos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da UFU.

Orientações: 

Os candidatos às vagas destinadas às cotas raciais, ou seja, PPI (Pretos, Pardos e Indígenas) deverão apresentar no ato da inscrição de processos seletivos dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da UFU, verificando sua adequação em uma das condições abaixo listadas:

  1. Portador de documento comprobatório contendo deferimento em procedimento de heteroidentificação emitido pela UFU. Caso não tenha acesso ao documento, ele pode ser solicitado através do seguinte e-mail: chpg@reito.ufu.br. A qualquer momento, caso necessário, a UFU poderá averiguar a veracidade do documento.
  2. Portador de documento comprobatório contendo deferimento em procedimento de heteroidentificação emitido por outras instituições públicas federais de ensino superior. Nesse caso o candidato deve providenciar documento original na instituição em que foi realizada o procedimento. A qualquer momento, caso necessário, a UFU poderá averiguar a veracidade do documento. Enviar para: chpg@reito.ufu.br
  3. Solicitante de procedimento de heteroidentificação complementar à sua autodeclaração. Preencher as documentações: Modelo 1 Solicitação de Heteroidentificação. Anexar: documento de identificação com foto e foto individual atual (foto frontal; boa iluminação; fundo branco; roupas claras; sem maquiagem; sem óculos; cabelos soltos; de preferência sem agasalho ou roupa de frio; sem filtros de edição; boa resolução; arquivo com no máximo 6MB). Modelo 2 Autodeclaração. Obs.: compete à comissão de heteroidentificação da UFU designada para essa finalidade realizar a análise desta documentação. Enviar para: chpg@reito.ufu.br
  4. Casos omissos deverão ser analisados pela DIEPAFRO, NEAB e PROPP. Compete aos órgãos diretamente envolvidos, juntamente com a comissão de heteroidentificação da UFU designada para essa finalidade realizar a análise de cada caso.

No caso de candidato indígena, deve-se apresentar ainda o RANI (Registro Administrativo de Nascimento de Indígena) e enviar para: chpg@reito.ufu.br O candidato às vagas destinadas às cotas PPI somente poderá se inscrever em processos seletivos de Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da UFU, quando estiver de posse do documento ou Termo de Deferimento da AUTODECLARAÇÃO, realizado mediante procedimento de heteroidentificação.

Todas as informações, bem como o cronograma para entrega e avaliação dos documentos, estão no site da DIEPAFRO: http://www.diepafro.ufu.br/servicos/comissoes-de-heteroidentificacao

Serviços Relacionados: 
Acontece

Processo seletivo para ingresso de alunos nos cursos de Mestrado e Doutorado 2022/2

Inscrições de 16 a 27 de maio
por Juliana Pinheiro
Publicado: 13/04/2022 - 15:47
Última modificação: 13/04/2022 - 15:47

Estarão abertas as inscrições para o processo de seleção de alunos regulares para o PPGECB, modalidades curso de Mestrado Acadêmico (ingresso em agosto de 2022 e defesa de dissertação até julho de 2024) e curso de Doutorado (ingresso em agosto de 2022 e defesa de tese até julho de 2026).

Todo o processo seletivo acontecerá de maneira remota.

As inscrições serão recebidas por e-mail (ecologia@umuarama.ufu.br) entre os dias 16 e 27 de maio.

Legislação

Resolução CONPEP: política de ações afirmativas

Dispõe sobre a política de ações afirmativas para pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência na pós-graduação stricto sensu.
por Juliana Pinheiro
Publicado: 27/11/2018 - 18:42
Última modificação: 27/11/2018 - 18:42
Número: 
06
Data de publicação: 
2017
Público-alvo: 
Estudante
Comunidade externa
Assunto: 
Processos seletivos
Tipo de legislação: 
Resolução

Art. 1 º Os Programas de Pós-graduação da Universidade Federal de Uberlândia adotarão ações afirmativas para a inclusão e a permanência de pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência entre o segmento discente.

Serviço

Bolsas - Licença maternidade

por Juliana Pinheiro
Publicado: 04/07/2018 - 15:14
Última modificação: 15/10/2018 - 18:56
Público-alvo: 
Estudante
Assunto: 
Auxílio financeiro / Processos seletivos
Definições: 

É permitida a prorrogação do prazo de vigência das bolsas de estudos por 120 dias a título de licença maternidade.

Orientações: 

É necessário enviar por e-mail, logo após o nascimento do(a) filho(a) da bolsista:

  1. cópia digitalizada da certidão de nascimento do(a) filho(a);
  2. cópia digitalizada do atestado médico.

No corpo do e-mail deve constar a identificação da estudande (nome, curso, número de matrícula, identidade e CPF) e a formalização do pedido de licença maternidade.

OBS: ler as normativas específicas da agência de fomento correspondente listadas abaixo.

Legislação

Deliberação FAPEMIG: licença Maternidade

Aprova a prorrogação de bolsas por até 120 (cento vinte) dias, com a suspensão do benefício, do Programa de Apoio a Pós-Graduação – PAPG, em razão de licença maternidade.
por Juliana Pinheiro
Publicado: 04/07/2018 - 14:45
Última modificação: 21/11/2018 - 13:08
Número: 
117
Data de publicação: 
2017
Público-alvo: 
Estudante
Assunto: 
Auxílio financeiro
Processos seletivos
Tipo de legislação: 
Ato administrativo

Aprova a prorrogação de bolsas por até 120 (cento vinte) dias, com a suspensão do benefício, do Programa de Apoio a Pós-Graduação – PAPG, em razão de licença maternidade.

Art.1º - Permitir o afastamento, com suspensão da bolsa, observado o limite de até 120 (cento e vinte) dias.

Art. 2º - Permitir a extensão da bolsa pelo mesmo período, desde que não ultrapassado o prazo máximo permitido pelo curso.

Serviço

Bolsas - Vínculo empregatício

por Juliana Pinheiro
Publicado: 04/07/2018 - 14:37
Última modificação: 18/07/2018 - 11:10
Público-alvo: 
Estudante
Assunto: 
Auxílio financeiro / Processos seletivos
Definições: 

A opção de acumular a bolsa de pós-graduação, níveis mestrado e doutorado, com um vínculo empregatício remunerado, pode acontecer desde que o bolsista venha a atuar profissionalmente na sua área de formação e cujo trabalho seja correlacionado com o tema da sua dissertação/tese e, portanto, quando tal vínculo empregatício seja resultante de sua condição de bolsista e como consequência do tipo de projeto que esteja desenvolvendo.

Requisitos: 

Para a consentimento desta opção é necessária anuência do orientador e análise do caso pelo Colegiado do Programa, que aceita somente quando não há nenhum outro discente do Programa, no mesmo nível, sem bolsa, para dar oportunidade a todos de usufruírem do benefício.

Orientações: 

O discente deve protocolar na secretaria uma carta com detalhes da situação. Não há modelo a ser seguido, mas deve conter a assinatura do aluno e do seu orientador, além de informações de como apareceu a oportunidade, quais são as atividades a serem desenvolvidas, de que forma haverá conciliação dos horários dessa nova atividade com as tarefas acadêmicas, uma justificativa.

Serviço

Bolsas - Manutenção (Relatório Anual)

por Juliana Pinheiro
Publicado: 04/07/2018 - 14:24
Última modificação: 04/01/2022 - 09:55
Público-alvo: 
Estudante
Assunto: 
Auxílio financeiro / Processos seletivos
Definições: 

Para manutenção de bolsa de estudos é necessário cumprir requisitos estabelecidos pelo Programa, além de observar toda a legislação pertinente da agência de fomento correspondente.

Ademais, a Resolução do Colegiado que aprova os critérios para concessão, manutenção e renovação de bolsas de estudo prevê, no artigo 5º, Capítulo IV - dos requisitos para manutenção das bolsas concedidas, a entrega do Pedido de Renovação e do Relatório Anual para renovação das bolsas de estudo.

Deve entregar o relatório o(a) bolsista que recebeu bolsa de estudos no ano anterior e deseja a renovação para o ano atual. Por exemplo, uma pessoa recebeu bolsa de estudos da CAPES em 2020 e deseja continuar recebendo o auxílio em 2021, ela deverá enviar o relatório no início de 2021, conforme solicitação feita sempre no início de cada ano.

Requisitos: 

Comprovar desempenho acadêmico satisfatório:

  • Não pode ter nenhuma reprovação ou duas médias C no semestre;
  • Para doutorandos, é necessária aprovação no Exame de Qualificação até o 6º semestre do curso;

Realizar estágio de docência.

Entregar o Pedido de renovação e relatório anual dentro do prazo estipulado.

 

Ressalta-se que todas as agências de fomento preveem a possibilidade de revogação da bolsa a qualquer tempo por infringência das suas normas, ficando o bolsista obrigado a ressarcir o investimento feito em seu favor.

Orientações: 

O bolsista deve preencher o Pedido de Renovação e Relatório Anual (arquivo único; modelo anexo no fim da página) e assiná-lo. Além disso, o orientador deve avaliar o desempenho do bolsista no item 7 e assiná-lo também.

O documento deve por e-mail à Secretaria.

Serviço

Bolsas - Instruções para cadastro

por Brenda
Publicado: 13/04/2017 - 18:03
Última modificação: 21/07/2022 - 14:19
Público-alvo: 
Estudante
Assunto: 
Auxílio financeiro / Processos seletivos / Serviços
Definições: 

As bolsas de estudos tem por objetivo a formação de recursos humanos de alto nível necessários ao País, proporcionando aos Programas de Pós-graduação stricto sensu condições adequadas ao desenvolvimento de suas atividades. A concessão está condicionada à disponibilidade dos órgãos de fomento, que avaliam os Programas com base em determinados critérios para definirem a quantidade de cotas, e das instituições de ensino, que administram as bolsas levando em consideração a quantidade, os alunos egressos e os ingressos daquele período.

O Programa tem bolsas das seguintes agências: CAPES, Fapemig e CNPq, que são administradas pelo Colegiado e pela Coordenação, salvo casos em que o orientador assume essa responsabilidade a partir de cotas vinculadas a projetos de pesquisa sob sua coordenação. Para as bolsas do Programa, a duração máxima é de 24 meses para o mestrado e 48 meses para o doutorado e candidatos estrangeiros devem se informar sobre o Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação da CAPES e sobre o TWAS do CNPq.

As agências de fomento exigem dos pós-graduandos, entre outros:

  • dedicação integral às atividades do curso;
  • não acumular a percepção de bolsa com qualquer modalidade de auxílio ou bolsa de outro Programa;
  • comprovar desempenho acadêmico satisfatório;
  • fixar residência na cidade onde realiza o curso;
  • realização de estágio docência;

É responsabilidade do orientador e do aluno o cumprimento das obrigações estipuladas pelas agências de fomento.

Requisitos: 

Ser aprovado no Processo Seletivo para ingresso no Programa, estar regularmente matriculado e optar pela necessidade de bolsa quando da inscrição no Processo.

A distribuição é feita conforma a resolução publicada anualmente.

Orientações: 

Seguem as instruções para cadastro de bolsa conforme cada agência de fomento:

Bolsista CAPES

Enviar em um PDF único os documentos na ordem em que são citados:

  • Formulário de Cadastro CAPES preenchido e assinado.
  • Termo de Compromisso CAPES preenchido e assinado.
  • Carteira de identidade.
  • CPF.
  • Cartão do Banco do Brasil ou print da tela do aplicado (a imagem deve mostrar claramente os números de agência e conta).

É necessário conta corrente ativa no Banco do Brasil.

 

Bolsista Fapemig

Enviar em um PDF único os documentos na ordem em que são citados:

  • Formulário de Cadastro FAPEMIG preenchido e assinado.
  • Carteira de identidade.
  • CPF.

Enviar em arquivo separado no formato .xlx as planilhas:

  • Dados do orientador e do bolsista
  • Planilha de dados Endereço

O discente, bem como seu orientador, devem fazer/atualizar o cadastro na plataforma Everest - http://everest.fapemig.br/Home/login

Iniciado o cadastro do bolsista no sistema, enviaremos o Termo de Compromisso gerado no sistema para que o discente assine o documento, digitalize e devolva.

Depois disso, a FAPEMIG comunicará o bolsita sobre a aprovação do termo de compromisso enviando uma mensagem para o e-mail cadastrado no Everest.

No primeiro pagamento de mensalidade da bolsa, via Banco do Brasil, o bolsista receberá uma mensagem no e-mail cadastrado no sistema Everest informando sobre a disponibilização do cartão BB Pesquisa, além de orientações para que compareça a qualquer agência do Banco do Brasil para registrar sua senha do cartão. O cartão somente será confeccionado após o cadastramento da senha.

É necessário ficar atento às caixas de e-mail, inclusive "spam", para não perder nenhum comunicado da FAPEMIG e do Banco do Brasil.

 

Bolsista CNPQ

Bolsas dessa agência são administradas diretamente pelo Programa, sendo assim, o aluno deve encaminhar, por e-mail, uma cópia (legível e sem cortes) dos seguintes documentos:

  • Carteira de identidade.
  • CPF.
  • Cartão do Banco do Brasil ou print da tela do aplicado (a imagem deve mostrar claramente os números de agência e conta).
Setor Responsável: 
Serviço

Processo seletivo

por Portal PPGECO
Publicado: 30/01/2017 - 15:45
Última modificação: 27/11/2018 - 18:43
Público-alvo: 
Estudante / Professor
Assunto: 
Documentos / Processos seletivos / Serviços
Definições: 

O Processo Seletivo do Programa de Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais para ingresso no Curso de Mestrado Acadêmico e Doutorado, é anual. As inscrições e as provas para ingresso no programa, tem início no segundo semestre de cada ano, quando o Edital é publicado.

Não são disponibilizadas as provas dos editais anteriores.

Requisitos: 
  • As vagas destinam-se a egressos de cursos de graduação de longa duração (licenciatura plena e/ou bacharelado) reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), nas áreas de Ciências Biológicas, Biomédicas, Agrárias e Tecnológicas, abrangendo as seguintes sub-áreas: Biologia, Ecologia, Geografia, Agronomia, Química, Engenharia Florestal e Engenharia Ambiental.
  • Poderão se inscrever egressos de cursos de graduação de longa duração (licenciatura plena e/ou bacharelado) reconhecidos pelo MEC de outras áreas, tendo em vista a questão interdisciplinar. Neste caso, o candidato deverá anexar justificativa da solicitação de inscrição que será analisada pelo Colegiado do Programa, podendo este solicitar documentação comprobatória para subsidiar a justificativa apresentada pelo candidato. Cabe ao colegiado do Programa, deferir ou indeferir a inscrição.
  • Os candidatos estrangeiros devem residir no Brasil e ter um visto que permita a sua permanência durante todo o período do curso. Nesses casos, os candidatos podem se inscrever diretamente e fazer os exames de seleção, que são realizados no Brasil. Alternativamente, estudantes estrangeiros podem se inscrever através de Programas Internacionais de Agências de financiamento brasileiras CAPES e CNPq.