Riqueza e distribuição de interações entre plantas, formigas e herbívoros trofobiontes em vegetação de Cerrado

por Brenda
Publicado: 02/07/2018 - 14:22
Última modificação: 16/10/2018 - 13:43

O estudo da riqueza de interações bióticas (biodiversidade interativa) em um dado meio natural tem se mostrado cada vez mais necessário para a conservação de comunidades naturais. No cerrado, são comuns as associações entre formigas e herbívoros trofobiontes em muitas espécies de plantas e a presença de várias plantas com nectários extraflorais que atraem diversas formigas e outros artrópodes. Algumas espécies de formigas podem ser altamente abundantes e agressivas, defendendo territórios mutuamente exclusivos, o que constitui o chamado ?mosaico de formigas?. Os mosaicos de formigas podem ser importantes para estruturar a comunidade de artrópodes e as relações do ecossistema. Os estudos existentes nos trópicos, em geral, examinam a diversidade dessas associações ou relações específicas, mas faltam análises comparativas ou pormenorizadas. No presente projeto, pretende-se avaliar a relação entre formigas, plantas e herbívoros trofobiontes, investigando padrões de preferências entre as espécies que interagem e analisando diferencialmente os efeitos decorrentes de determinadas associações. As relações entre formigas e plantas serão comparadas com base nos tipos de recursos alimentares oferecidos pelas plantas (néctar ou secreções/excreções açucaradas de insetos) e no consumo destes recursos pelas formigas. A herbivoria e a composição da comunidade de artrópodes, através da realização de experimentos de exclusão, serão comparadas entre árvores dominadas por diferentes espécies de formigas que co-ocorrem. Serão investigados alguns fatores que podem determinar o padrão de distribuição das formigas dominantes nas plantas. Este projeto tem sido mantido em bases contínuas desde 2012 com financiamentos de diferentes agências de fomento a projetos específicos do coordenador, inclusive bolsa de produtividade do CNPq.