Estratégias reprodutivas em Melastomataceae e suas consequências genéticas, populacionais e evolutivas

por Brenda
Publicado: 29/06/2018 - 11:11
Última modificação: 16/10/2018 - 13:45

O sistema reprodutivo associado aos atributos florais e posterior interação com os visitantes pode ser entendido como uma estratégia reprodutiva evolutivamente estável. Em cada espécie de planta, tais estratégias podem ter conseqüências em diversos níveis. O primeiro deles diz respeito ao nível da variação genética intraespecífica e a diversidade genética dentro da progênie. Assim, espera-se que populações sexuais e apomíticas difiram em sua estrutura genética inferida a partir de marcadores moleculares. O segundo nível seria o do sucesso reprodutivo dos indivíduos dentro de populações específicas, onde se espera que essas diferentes estratégias garantam o sucesso reprodutivo dos componentes masculino (dispersão dos grãos de pólen) e feminino (formação de sementes). Em um nível macro-evolutivo, espera-se que atributos florais tenham sua evolução correlacionada a essas diferentes estratégias entre espécies de um mesmo clado. Um modelo interessante para se desenvolver uma grande diversidade de estudos de caso em cada um desses níveis são as espécies pertencentes à família Melastomataceae. Essa família possui uma diversidade de estratégias reprodutivas entre suas espécies que vão desde a polinização biótica obrigatória até apomixia e desde a produção de frutos secos, dispersos abioticamente, até a produção de frutos carnosos que favorecem a dispersão por aves e outros animais. Além disso, filogenias recentes elucidaram parcialmente as relações entre espécies, gêneros e tribos o que permite uma melhor inferência evolutiva e melhores desenhos experimentais. Este projeto pretende coletar uma diversidade de dados reprodutivos em diversos níveis, desde o nível da variação genética intra-específica até a distribuição filogenética dos atributos florais entre espécies. Abordagens integrativas como esta, permitem desenvolver um quadro mais completo das conseqüências genéticas, populacionais e evolutivas das diferentes estratégias reprodutivas apresentadas pelas plantas

Linhas de Pesquisa: